quarta-feira, 14 de abril de 2010

Caçarola mineira (pudim de queijo)


Esta receita, com certeza, está dentre as que mais suscitam as lembranças da minha infância. De família mineira, o queijo sempre foi utilizado na minha casa como acompanhamento para doces (a famosa sobremesa Romeu e Julieta), como recheio de sanduíches (com pão francês, na maioria das vezes), com um cafezinho puro e também no famoso pudim de queijo da minha mãe mineiríssima. De família grande, quando minha mãe resolvia fazer esta sobremesa a cozinha ficava movimentada, pois ela fazia várias receitas (umas três, quatro, cinco....) de uma só vez. Além daqueles que entravam na cozinha pra ver se conseguiam um pedacinho do pudim mesmo que quente, estava eu, observando o passo-a-passo da receita feita pela minha mãe. Confesso que como a tinha presente, nunca me preocupei em copiar a receita ou pedir para ela, simplesmente observava. Anos depois ela se foi e eu fiquei somente com a lembrança desses momentos em que a observava preparar a caçarola. Apesar de lembrar dos passos, não lembrava da lista completa de ingredientes e nem de suas quantidades. Passei anos a fio desejando por este pudim e é claro pela presença da minha mãe, mas não conseguia a receita que mais se aproximasse da que ela fazia. Então, há uns 20 dias, comprei um queijo minas, passei vários dias curando uma parte dele para a receita. Quando estava no ponto, comecei a pesquisar na internet pra ver se achava a que ela fazia e acho que encontrei. Não sei se é a mesma, mas sei que o gosto ficou bem parecido. Assim, esta receita é um MEMORIAL à minha querida mãe que foi a minha preceptora à arte da culinária. Te amo mãe.
Ingredientes:
2 copos (americanos) de leite
4 ovos
200 g de queijo ralado
2 xícaras (chá) de açúcar
4 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de margarina

Modo de fazer:
Bata todos os ingredientes no liquidificador, coloque em forma com calda caramelizada e asse em banho maria.

Dicas:
1.O queijo pode ser substituído por coco;
2.O leite pode ser substituído por laranja (neste caso, coloque 5 colheres (sopa) de farinha de trigo.



Na minha receita eu fiz as seguintes adaptações: ao invés de copo eu utilizei como medida a xícara de 240 ml. Como já disse, fiz a receita com queijo minas curado. Fiz o caramelo na própria forma em que o pudim iria ser assado; coloquei 1 xícara de açúcar e deixei derreter até ficar da cor de caramelo claro. Para isto, deixei no fogo baixo e mexia a forma  para que todo o açúcar caramelizasse por igual (não é para mexer o açúcar com colher, mas apenas ir virando a forma) A cor ficou linda e o sabor ótimo. Coloquei uma forma com água no forno e esperei esquentar; coloquei a forma do pudim tampada com papel alumínio dentro da forma com água e levei a assar, acrescentado mais água quente quando necessário (a água fria atrapalha o processo de cozimento do pudim, pois destempera a água que já está na forma). Para verificar o ponto, finque uma faca no pudim, se ela sair bem pouco suja, já está no ponto. O meu pudim levou 1:30h para ficar pronto, em forno a 180 graus.

 

6 comentários:

  1. e..ficou lindo!!eu amo esse pudim..bjus e bom findi...li

    ResponderExcluir
  2. ADOOOOROOOO!!!!!PARABENS!!!

    ResponderExcluir
  3. ADOOOROOOOO!!! PARABENS!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa se ve bem delicioso vou fazer depois digo se ficou bom .a receita e bem facil.parabens esta muito bonito.

    ResponderExcluir
  5. DORA
    ADOOOOOOOROOOOO, MUITO BOMMMMMMMMMM!!!

    ResponderExcluir

Oi, se você gostou desta postagem, mande-me uma mensagem. Será recebida com muito prazer.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails